A comunidade está de cara nova!
Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

4 iniciativas para combater o desperdício de alimentos - Dia Mundial da Saúde e Nutrição

4 iniciativas para combater o desperdício de alimentos - Dia Mundial da Saúde e Nutrição
Equipe BHB
mar. 31 - 5 min de leitura
0 Curtidas
0 Comentários
0

 

Hoje é comemorado o Dia Mundial da Saúde e Nutrição e também uma oportunidade para refletirmos sobre possíveis ações para combater o desperdício de alimentos.  

Ao longo dos anos, o Brasil desenvolveu diversos programas e políticas para assegurar a nutrição da população. Porém, a união de empresas do setor de alimentação e tecnologia também é uma alternativa para evitar o desperdício de alimentos no Brasil. 

O Brasil desperdiça 30% de toda a comida produzida, o que lhe faz presente na lista dos 10 países que mais desperdiçam alimentos no mundo. Só no nosso país, desperdiçamos 15 milhões de toneladas de alimentos por ano.

Entretanto, em 2020, entrou em vigência a Lei 14.016, que dispõe sobre o combate ao desperdício de alimentos e a doação de excedentes, autoriza a doação de alimentos excedentes dentro da validade e dentro das condições ideais de conservação e próprias ao consumo humano. Por isso, confira abaixo algumas iniciativas que seguem nesse propósito: 

4 iniciativas para o combate ao desperdício de alimentos:

- Brasil

 

Todos à Mesa

Empresas se unem para combater desperdício de alimentos a partir do  movimento Todos à Mesa que reúne iFood, Nestlé, Carrefour e M. Dias Branco  - GuairaNews

O projeto Todos à Mesa  reúne grandes empresas no combate à fome e ao desperdício de alimentos, em 6 meses, mais de 1,8 mil toneladas de alimentos foram doadas para organizações da sociedade civil e projetos sociais em todo o país.

Empresa como o iFood, Bauducco, Carrefour Brasil, Danone, Camil,  DPA, M. Dias Branco, Nestlé e Lopes Supermercados, criaram conjuntamente uma solução tecnológica para combater o problema em linha com o ODS 12 da ONU – referente ao consumo e produção responsáveis.

“Buscamos conectar e usar a tecnologia e inovação para potencializar iniciativas de doação. Temos o objetivo de incentivar indústrias e varejistas a doarem produtos alimentícios excedentes que tenham suas propriedades intactas e estejam na validade, beneficiando, assim, milhares de pessoas em todo o Brasil”, explica João Barreto, diretor de Sustentabilidade do iFood.

Usando a inteligência de redistribuição de alimentos da startup de impacto social Connecting Food, o programa possui como pilares:

  • Combater o desperdício de alimentos a partir da redistribuição inteligente de alimentos excedentes;
  • Abrir discussões sobre como ampliar o marco regulatório das doações de alimentos;
  • Potencializar iniciativas de redistribuição de alimentos;
  • comunicar a sociedade sobre as melhores práticas de combate ao desperdício e doação de alimentos.

“O atual momento evidenciou ainda mais a questão da insegurança alimentar no Brasil e a necessidade de reforçar o nosso compromisso em levar nutrição e bem-estar a quem mais precisa. Reconhecemos a importância de juntar forças para uma mobilização que apoie de fato a população mais vulnerável, levando alimentos saudáveis e de qualidade a quem mais precisa”, diz Barbara Sapunar, Head de Sustentabilidade e Branding da Nestlé Brasil.

 

Food To Save

Contra o desperdício de alimentos: Food To Save promove o consumo consciente

A plataforma e app Food To Save conecta os estabelecimentos aos ''foodsavers'', público engajado em combater o desperdício de alimentos que compra sacolas surpresas de restaurantes, padarias e hortifrutis com até 70% de desconto. A marca 100% brasileira já evitou o desperdício de 50 toneladas de alimentos no país e destaca mais de 100mil downloads do app. 

Imagem mostrando como usar o aplicativo da Food To Save. Você escolhe o estabelecimento.

Fnac Café e Too Good To Go

Tela do Too Good to Go (Foto: Divulgação)

A plataforma Too Good To Go permite a compra de alimentos de qualidade que não foram vendidos nos horários de funcionamento das lojas cadastradas, a ferramenta, criada em 2016, funciona em mais de 15 países e também já está disponível no Brasil, na Google Play.

 Alinhado com o seu reposicionamento e com intuito de promover o consumo e escolhas mais sustentáveis, a Fnac associou-se a este projeto durante este ano, que já se encontra ativo em quatro dos cafés das suas lojas: Colombo, Cascais, Almada e Chiado.

A nova parceria permitirá ao público comprar as Magic Boxes, caixas com o excedente alimentar, em lojas Fnac, através da app Too Good To Go. Basta descarregar a aplicação, que está disponível de forma gratuita para iOS e Android, selecionar a loja Fnac e, assim, adquirir e salvar o número desejado de Magic Boxes, cada uma com o valor de 2,74 euros, sendo o pagamento realizado diretamente na aplicação. Por fim, o utilizador deve dirigir-se ao local para efetuar a recolha. Este levantamento poderá ser realizado habitualmente, entre as 18h30 e as 20 horas, sendo que este horário poderá variar mediante a loja em questão.

- Lisboa

Deco Algarve

Deco Algarve lança projeto de combate ao desperdício alimentar

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor - DECO Algarve com sede em Lisboa, lançou o projeto “Poupar e organizar para alimentos não desperdiçar”, com sessões de sensibilização para ajudar o consumidor a fazer melhores escolhas de consumo, para uma tomada de decisão mais responsável, do ponto de vista económico e ambiental.

Em comunicado, a DECO entende que deve ser realizado "um esforço coletivo" por parte de todas as entidades e organizações envolvidas no setor, "disponibilizando aos consumidores os meios, e os incentivos para que de forma inclusiva e equitativa, possam fazer escolhas mais sustentáveis".

 

Fonte: Food To Save, Grande Consumo, Ciclo Vivo.

 

 


Denunciar publicação
0 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você