[ editar artigo]

3 Tendências para o mercado de alimentos em 2021 mapeadas pela Mintel

3 Tendências para o mercado de alimentos em 2021 mapeadas pela Mintel

Baseados em várias pesquisas, Juliana Veloso, Gerente do Brasil na Mintel, uma agência especializada em inteligência e estratégia de dados, explica as 3 principais oportunidades dentro do mercado de alimentos para 2021 que você precisa entender:

FEED THE MIND – Alimentando a mente.

A pandemia do coronavírus causou grandes impactos emocionais, como o estresse e a ansiedade, tendo 43% dos brasileiros preocupados com o nível de estresse da família e destes 53% colocando a saúde mental como prioridade em sua vida, olhar para o alimento como estratégia para atingir uma boa saúde física e mental é muito importante. 

Ainda mais, quando 55% dos brasileiros estão buscando uma dieta saudável e vão continuar com esse comportamento  mesmo após a pandemia, destacando dentro disso, sua preocupação com a alimentação e imunidade. Entretanto, 85% disseram que querem o equilíbrio entre saudabilidade e indulgência, o que nos dá espaço para pensarmos em como proporcionar isso a eles. Uma das estratégias pode ser  à tona o Mindful Eating, ou seja, comer com atenção plena e não se preocupando somente com as calorias daquele produto, mas a uma união de benefícios, outras tornando o momento do preparo dos alimentos, um ritual mais prazeroso

Case de sucesso:

A Barilla S.p.A, uma indústria italiana de alimentos criou um KIT de seus produtos junto com uma playlist no Spotify para você ter um momento de comemoração em casa, cozinhando eao mesmo tempo ouvindo uma boa música.

 

QUALITY REDEFINED – Redefinindo a qualidade.

O preço é um valor considerável e sempre terá essa sensibilidade na visão do consumidor, segundo a Mintel, 59%  dos brasileiros disseram que o preço é sempre importante, porém, após a pandemia, segurança ganhou uma importância única, a qualidade do produto também é um dos fatores de escolha  e pode ser melhor aproveitado pelas marcas. 

Portanto, uma dica é usar a oportunidade da indústria de alimentos tem com isso para  uma entrega de um produto com mais valor em questões como  sabor, textura, em embalagens inovadoras, promoções etc..

Gerar mais valor na prestação de serviços que uma marca pode dar, além de oferecer um produto ideal e trazer sempre uma comunicação pautada em ciência, com a ajuda de influenciadores da saúde podem ser ótimos passos para dar essa confiança ao consumidor.

UNITED BY FOOD – Unidos pela comida.

Os dados mostram que 42% dos brasileiros querem estar conectados com amigos e família e que durante a pandemia, não é possível que isso aconteça com frequência. Com base nestes dados, algumas marcas já se destacaram com ações remetendo a comida a essa conexão:

 

A Ruffles promoveu uma viagem virtual para os graduandos; A Brahma criou campanhas virtuais para a transmissão do futebol mesmo sem a torcida em campo; O Outback patrocinou um campeonato de games feminimo, o Girl Power.

 

E por fim, ao pensarmos nas comunidades com foco na regionalidade, 23% dos brasileiros acreditam que o posicionamento da marca em ‘’sabores regionais’’ é importante para a escolha de um produto e pode ser trabalhado pela indústria. 

 

Como a Mintel mapeia as tendências do mercado de consumo?

Segundo Juliana Velozo Rodrigo, a Mintel possui uma ferramenta chamada ‘’Mintel Tetris’’ que mapeia diariamente 70 tendências. Sendo observado o ciclo de vida da tendência, em quais regiões elas podem ser encontradas, categorias, o seu potencial. 

 

Além desta ferramenta, existe um banco de dados para coletar todos os lançamentos e também possui pesquisas de campo ao redor do mundo. 

 

“ 42% dos brasileiros afirmam que COMER saudável é prioridade alta, e 37% média, Não é mais só a saúde física ou saúde mental,é uma questão holística," Juliana Veloso

 

OUÇA na integra a entrevista com  JULIANA VELOZO, no BHB FOODCAST  clique aqui.

 

AGRADECEMOS A Juliana Velozo, Gerente Brasil na Mintel.

Food Trends

Ler conteúdo completo
Indicados para você