[ editar artigo]

Superbom amplia linha plant-based

Superbom amplia linha plant-based

 

Com mais de 90 anos de mercado, a Superbom , anunciou dois lançamentos na linha de carnes vegetais, ampliando a variedade na escolha dos adeptos a uma refeição plant based. Os novos itens: a Carne Moída e Almôndega, são enriquecidos com vitaminas A, B9, B12, ferro e zinco.

As novidades chegam para incrementar as vendas de uma linha que, desde o último ano, cresceu 35% nas produções da Superbom. Segundo David Oliveira, Diretor de Marketig da marca, o objetivo deste lançamento é deixar o portfólio da empresa ainda mais completo, com opções práticas e saborosas para qualquer momento do dia. “Nossos novos produtos nascem com a expertise de cinco décadas de tradição, trazendo a melhor combinação de ingredientes extremamente saudáveis, que oferecem sabor, textura e aroma parecidos com o de proteína animal, mas com uma tabela nutricional inigualável”, afirma o executivo.

  • Almôndega

Almôndega Vegana

Ingredientes: Água, proteína de soja, gordura de palma, mix de amido de milho e hidrocoloides, óleo de girassol, condimento sabor carne vegetal, fibra de bambu, corante caramelo, aroma vegetal natural, especiarias, açúcar refinado, aroma de fumaça natural, minerais: ferro e zinco, vitaminas: A, B9 e B12 e espessante metilcelulose.

ATENÇÃO NÃO CONTÉM GLÚTEN. ALÉRGICOS: CONTÉM DERIVADOS DE SOJA.

  • Carne Moída

Carne Moída

 

Ingredientes: Água, proteína de soja, óleo de girassol, mix de amido de milho e hidrocoloides, gordura de palma, condimento de carne vegetal, fibra de bambu, especiarias, aroma vegetal natural, corante caramelo, aroma de fumaça, minerais: ferro e zinco, vitaminas: A, B9 e B12 e espessante metilcelulose.

ATENÇÃO NÃO CONTÉM GLÚTEN. ALÉRGICOS: CONTÉM DERIVADOS DE SOJA.

Uma pesquisa divulgada recentemente pela Transparency Market Research apontou que o aumento da popularidade das proteínas de origem vegetal vem acontecendo com cada vez mais força. Atenta a isso, a Superbom tem investido pesado na ampliação das linhas de produção e distribuição de produtos à base de proteína vegetal. “Somando todas as iniciativas, a meta é que, nos próximos anos, essa categoria corresponda a 40% do faturamento da companhia. Além disso, muito em breve inovaremos com produtos inéditos”, acrescenta David Oliveira.

Para a preparação dos novos produtos, a empresa realizou reformulações na produção e na linha de fabricação. Segundo o diretor de marketing, houve novos investimentos na planta industrial e em equipamentos, que garantem uma performance ainda maior na capacidade produtiva da fábrica. Nas formulações até 2020 a carga proteica prioritária era advinda da ervilha. Este ano todo o mix foi revisado e cada produto recebeu a proteína vegetal ideal para sua textura.

 “Todos os nossos lançamentos são baseados em pesquisas consistentes, com o objetivo de ampliar ao máximo a assertividade do produto. Desde a formulação, ao preço e identidade visual, tudo é posto à prova, gerando sucesso em cada novidade”, finaliza David.

Fonte: Marca mais.

Lançamentos

Ler conteúdo completo
Indicados para você