[ editar artigo]

Auxílio emergencial injetou R$ 151 bilhões no comércio

Auxílio emergencial injetou R$ 151 bilhões no comércio

Segundo pesquisa da Federação do Comércio de São Paulo (fecomercioSP), o auxílio emergencial deve reduzir os prejuízos no comércio causados pela pandemia do Coronavírus. Estima-se que dos R$ 190 bilhões que foram liberados em parcelas de R$ 600 para pessoas cadastradas no auxílio emergencial, cerca de R$ 151 bilhões foram para a compra de produtos no varejo.

 

Assim sendo, o comércio em São Paulo deve apresentar uma retração de 5,47%. Sem os R$ 18,6 bilhões que o auxílio injetou no varejo paulistano, a estimativa é que a queda poderia chegar a 8%, significando uma perda de receita de R$ 60 bilhões. Mesmo com o auxílio do benefício, estima-se que o varejo tenha perdas de U$ 41 bilhões em 2020. 

 

Em São Paulo, alguns setores devem ter até crescimento no faturamento, como os supermercados (3,1%) e as farmácias (3,9%).

 

Fonte: New Trade

Notícias

Ler conteúdo completo
Indicados para você