[ editar artigo]

Como as empresas do setor de Alimentos, Bebidas e Bens de Consumo devem retornar aos escritórios?

Como as empresas do setor de Alimentos, Bebidas e Bens de Consumo devem retornar aos escritórios?

A KPMG, empresas de prestação de serviços profissionais, fez a “Pesquisa nacional: como será o retorno aos escritórios”. No estudo, um quarto (25%) dos empresários brasileiros do setor de Alimentos, Bebidas e Bens de Consumo disseram que os profissionais da empresa onde trabalham devem retornar ao trabalho presencial somente em 2021.

 

André Coutinho, sócio da KPMG no Brasil e na América do Sul, disse “A pesquisa aponta que as empresas estão buscando se adaptar a essa nova realidade, implementando medidas para que o retorno dos funcionários aconteça de forma segura. A retomada será gradativa até para que os gestores possam avaliar a efetividade da implementação desse processo”.

 

A respeito do impacto do trabalho remoto na produtividade, encontraram resultados positivos. Quase metade (44,34%) disseram que a produtividade se manteve. Para 22% houve aumento de até 20% na produtividade. Para 11% o aumento foi de mais de 20%. Já  para 11% houve uma redução de até 20% na produtividade, e para os outros 11% a queda foi superior a 20%.

 

“O dados apresentados estão bem alinhados com o que temos visto no mercado e discutido com nossos clientes”, destaca Fernando Gambôa, sócio-líder do Setor de Consumo & Varejo da KPMG no Brasil e na América do Sul.

Notícias

Ler conteúdo completo
Indicados para você