[ editar artigo]

Cornershop entra na maratona das entregas de mercado com Rappi e Ifood

Cornershop entra na maratona das entregas de mercado com Rappi e Ifood

A startup chilena Cornershop, fundada em 2015 pelo sueco Oskar Hjertonsson acaba de entrar na maratona das entregas de mercado com rappi e ifood.

A startup possui  um serviço de entrega de compras de supermercado e começou a operar no Brasil em fevereiro, de forma discreta, com auxilio do Uber – a americana comprou 51% de seu capital em outubro do ano passado.

Durante o fim de setembro a chilena abriu operações em sua 12ª cidade brasileira, Fortaleza – e pela primeira vez com uma grande divulgação. A capital cearense agora se junta a São Paulo, Campinas, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Vitória, Goiânia, Recife e Salvador.

“A gente não precisou divulgar nossa chegada ao Brasil, pois não precisávamos de mais clientes. A demanda cresceu 20 vezes em uma semana”, afirma em entrevista ao Estadão Felix Lulion, diretor de expansão da Cornershop. O crescimento no número de pedidos foi acompanhado por um ritmo alto de contratações: em março, a empresa tinha 20 pessoas. Hoje, tem 300, em áreas como operações, comercial e marketing – já o time de tecnologia fica todo no Chile. Segundo Lulion, todos os funcionários foram contratados à distância.

 

Embora mantenha operações separadas em relação ao Uber, , a Cornershop compartilha das informações de inteligência do gigante, o que acaba dando uma boa noção sobre como funciona cada mercado. “O Brasil é um continente, com cada região com as suas particularidades. Precisamos estabelecer operação em cada uma delas. É diferente de outros países latinoamericanos, onde a operação se concentra em uma única cidade”, explica Lulion.

O desafio foi acelerar as parcerias com mercados e a atração de “shoppers” – os profissionais que realizam as compras e as entregas das mercadorias. Em relação aos estabelecimentos parceiros, a Cornershop conseguiu uma rede considerável para fazer frente a competidores gigantes, como o Rappi, e apps especializados de supermercados, como o James, do Grupo Pão de Açúcar. Entre os parceiros, estão Carrefour, BIG, Sam’s Club, Hirota, Atacadão, Barbora, Emporium São Paulo, Varanda, Maxxi Atacado, Mercadorama, Nacional e Bompreço. Além disso, uma rede de estabelecimentos menores, como açougues, mercearias, padarias e docerias também estão no cardápio.

Fonte: newtrade.

Notícias

Ler conteúdo completo
Indicados para você