[ editar artigo]

Pesquisa aponta cinco grandes tendências na alimentação dos brasileiros

Pesquisa aponta cinco grandes tendências na alimentação dos brasileiros

Uma pesquisa inédita da alimentação sob um olhar digital com base em BIG DATA foi realizada com uma parceria entre  o BHB, representado pela Head Carolina Godoy, e a DECODE, empresa de análise de dados, representada pelo Head Lucas Fontelles.

 A análise mapeou tendências e comportamento relacionados à alimentação, e foi elaborada em cinco  grandes tendências na alimentação de parcela expressiva dos brasileiros. A análise, concluída em outubro deste ano, contempla conteúdos e menções feitos em redes sociais como Instagram e sites como Google News e YouTube. 

Para baixar a pesquisa na íntegra, clique aqui.

O levantamento aponta movimentos entre os consumidores e a indústria alimentícia cada vez mais enraizados no país e que prometem crescer nos próximos anos. São eles: a ascensão da dieta plant-based, a procura por produtos clean label, a preferência pela proteína como ingrediente, o equilíbrio entre alimentação saudável e momentos indulgentes e o uso de suplementos.

Plant-based

Plant Based foi o primeiro ponto abordado da pesquisa, como tendência e também discutido pela ciência, sendo dietas plant based uma forma de caminharmos para um sistema alimentar mais sustentável e saudável.

Além disso, Lucas mostrou com base na análise de dados, que as dietas plant based obtiveram um crescimento muito expressivo.

Clean Label

A segunda parte da pesquisa foi sobre os produtos Clean Label, e, assim como plant based, Carolina explica que o consumidor não está habituado com esse termo.

Portanto, é importante se atentar às diferentes palavras associadas como:  sem corante, sem conservantes, sem aditivos, conservante natural, entre outros. 

Para saber mais sobre as tendências plant-based e a procura por produtos clean label, clique aqui. 

Proteínas

A pesquisa constatou uma crescente busca por alternativas as proteínas de origem animal, mas ainda assim, a indústria não para de lançar produtos estampando na embalagem a quantidade ou o incremento de proteína. Barrinha, achocolatado, sopa e outros produtos que podem ser enriquecidos com as proteínas. 

Alimentos Indulgentes 

Outra tendência examinada pelo estudo é a dos chamados alimentos indulgentes. A corrente também tem nome em inglês: comfort food. A ideia aqui é recorrer ao alimento como uma fonte de prazer. Vale uma bomba de chocolate, um hambúrguer ou aquela receita caprichada de lasanha da vovó. 

“Com a pandemia, observamos um aumento na procura por receitas saudáveis mas também de pratos mais gourmets”, diz Carolina em apresentação da pesquisa no 10º BHB FOOD.

 

Suplementos

Além disso, a venda de suplementos  ampliou na pandemia, com muita gente comprando vitaminas e outros produtos voltados a imunidade. Porém, segundo a pesquisa, o número mais expressivo de crescimento aconteceu nos suplementos esportivos. 

Creatina, BCAA, maltodextrina, albumina e whey protein são os produtos líderes de audiência no meio digital — vídeos sobre eles somam quase 19 milhões de visualizações no YouTube entre 2012 e 2020. Entre os produtos que fazem sucesso no segmento fitness, chama a atenção a busca por snacks proteico.

Para ter acesso a esta pesquisa na íntegra, clique aqui.  Além disso, ela virou matéria no site da Veja Saúde, acesse clicando aqui.

 

Se inscreva no WEBINAR da Decode com o BHB Food aqui.  Participe conosco e saia com insights para o seu planejamento 2021!

 

 

Notícias

Ler conteúdo completo
Indicados para você