[ editar artigo]

6 alimentos que contém BRASILIDADE e como explorá-los

6 alimentos que contém BRASILIDADE e como explorá-los

Antes de inovar com produtos que são importados, que tal inovar com o que já temos no nosso país? Descubra 6 alimentos que contém brasilidade e aprenda como explorá-los.

 

O Brasil é um país extremamente diverso, e vale a citação de Jorge Ben Jor “moro num país tropical, abençoado por Deus, e bonito por natureza”.

 

Segundo dados da ABIR, Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas, foram produzidos 504 milhões de litros de sucos em 2018, sendo o consumo per capita de 2,42 litros.

 

Entre todos os sabores, os sucos tropicais são os que estão sempre em alta. Mas os sabores como laranja, uva e maçã são os mais consumidos. 

 

E será que esses sucos vendem mais por opção dos consumidores, ou são mais consumidos por essas opções estarem mais à venda? 

 

Será que não poderíamos ter uma maior variedade de frutas típicas brasileiras sendo ofertadas pelas marcas? 

Na verdade esse é um reflexo da dieta monótona da população. Um estudo da Unicamp de 2020 mostrou que 45% do consumo alimentar do cardápio do brasileiro é composto por apenas 10 alimentos. E a banana é a única fruta presente

 

Porque não exploramos mais a variedade de biomas existentes no país onde temos uma das maiores biodiversidades do planeta, para uma dieta mais abundante e variada? 

 

Embora seja um país com um clima favorável para a plantação de diversos tipos de alimentos, a maior parte das atividades econômicas nacionais se baseiam em monocultura.

 

Segundo relatório do ministério da agricultura, pecuária e abastecimento feito em 2020, nosso país é líder em produção de soja, açúcar e café.

 

E que pena utilizarmos tanto dos nossos solos para pouca variedade, pois temos muito mais riquezas que são pouco utilizadas, mas podemos ajudar a mudar esse cenário. Se te interessou, leia esse texto até o fim.

 

Alimentação saudável anda de mãos dadas com variedade

 

Segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira, a base de uma alimentação saudável é aquela com predomínio de alimentos in natura ou minimamente  processados de origem vegetal e em grande variedade.

 

Ou seja, a diversificação na alimentação é um dos aspectos mais importantes para uma alimentação saudável e de qualidade.

 

E, nesse sentido, as plantas alimentícias não convencionais, denominadas PANCS, vêm sendo inseridas no cotidiano dos brasileiros, se integrando a um cardápio variado e bastante nutritivo.

 

Só aqui no Brasil temos cerca de 10 mil espécies de plantas com potencial alimentício, e as nativas principais são ora-pro-nobis, peixinho, beldroega, jambu e taioba. 

 

Alimentos tropicais x nativos

 

Que o Brasil tem uma vasta diversidade em espécies nós já entendemos, mas existe uma diferença importante entre o que são alimentos tropicais e o que são alimentos originalmente da nossa biodiversidade.

 

Os alimentos tropicais são comumente encontrados em nosso país, pois eles se desenvolvem em climas tropicais, que estão presentes em nossos estados centrais, como MS, MG, GO, SP, MT e TO.

 

Mas nem sempre os alimentos tropicais são originais do Brasil, pois o clima tropical é encontrado em diversos continentes, principalmente na América do Sul e Central, Ásia e África.

 

A banana e laranja são bons exemplos de alimentos tropicais populares e que fazem parte do padrão alimentar do brasileiro, embora não sejam nativos do país. 

 

Já os alimentos nativos são aqueles que são originários do Brasil. Conhecer as espécies nativas é uma defesa da nossa biodiversidade, o reconhecimento da nossa herança cultural e do valor histórico desse alimento.

 

Portanto, separamos especialmente 6 alimentos que contém brasilidade, e alguns cases para explorar as riquezas que o nosso país nos dá originalmente. Confira abaixo:

 

6 alimentos que contém Brasilidade

 

  1. Açaí

 

Fruta de origem amazônica que, além do seu sabor delicioso, exerce um importante papel socioeconômico e cultural, pois a bebida obtida a partir de seus frutos têm consumo elevado, e a exportação tem aumentado muito.

 

A polpa da fruta pode ser usada na preparação de sobremesas, sucos, vinhos, licores e sorvetes. 

 

O açaí é fonte de boas gorduras, carboidratos, contendo também boas quantidades de cálcio e fósforo, além de ser rico em antioxidantes e polifenóis. Em uma porção de 100 gramas, o fruto fornece 58 calorias.

 

Case de produto

 

Polpa Açaí Puro Native Berries: a marca comercializa polpa de açaí orgânica sem açúcar. Em sua comunicação, ela ressalta que é um produto nacional da amazônia.

 

 

2. Castanha do Brasil

 

Essa oleaginosa também tem origem na amazônia. Ela  é consumida fresca ou assada e é ingrediente da composição de inúmeras receitas de doces e salgados.

 

Embora saudável, a castanha do Brasil é calórica, e fornecendo 643 calorias em 100 gramas. É rica em gorduras mas também em proteínas. Contém boas quantidades de fibras, cálcio, fósforo e selênio.

 

Case de produto

Cookies integrais 4 castanhas orgânico Mãe Terra: a marca comercializa mini cookies integrais feitos com 4 castanhas brasileiras, e comunica que reúne as preciosidades dos diferentes biomas do nosso país: a castanha-do-pará, da Amazônia, o baru, do Cerrado, a castanha de caju, e o licuri, da Caatinga.

 

 

3. Mandioca

 

Essa raiz tem origem não só no Brasil, mas na América do Sul, embora mais de 80 países produzam, só o Brasil corresponde a 15% da produção mundial. A mandioca é muito utilizada devido a sua versatilidade e por ser uma ótima fonte de energia.

 

Existem dois tipos de mandioca: a mandioca-brava, utilizada para fazer farinhas e gomas devido a presença de ácido cianídrico, uma substância tóxica para consumo humano sem processamento. Já a mandioca-mansa tem menores teores dessa substância e pode ser consumida cozida. 

 

A mandioca é uma ótima fonte de carboidratos, possuindo em 100 gramas 151 calorias. Além disso, contém boas quantidades de cálcio, magnésio, fósforo, potássio e vitamina C.

 

Case de produto

 

Farinha de mandioca crua orgânica Mãe Terra: A marca traz em sua comunicação que a farinha de mandioca é brasileira, cultivada e apreciada desde nossos antepassados indígenas, sendo um símbolo de nossa cultura.


 

4. Caju

 

De origem brasileira, é facilmente encontrado no Norte e Nordeste do país. O verdadeiro fruto da espécie é a castanha-do-caju, e o que é considerado popularmente como fruto é na verdade um pseudofruto.

 

A parte carnosa do caju (pseudofruto) pode ser consumida in natura ou na forma de suco, sorvete, doces em calda, entre outros. Seu fruto, quando verde, é chamado de “maturi”, usado na cozinha do Nordeste.

 

O pseudofruto é rico em vitamina C e A, cálcio, fósforo e ferro, com sua composição sendo rica em carboidratos e possuindo fibras. Já a castanha-de-caju é rica em boas gorduras, fibras, magnésio, ferro, zinco e potássio.

 

Case de produto 

 

Néctar de Caju Orgânico Native: a marca comunica que o produto é elaborado com frutos vindos diretamente de cajueiros do Nordeste, sendo uma bebida muito conhecida pelos brasileiros por suas características marcantes: o cheiro e sabor refrescante.

 


 

5. Maracujá

 

Essa fruta é de origem brasileira, sendo seu plantio mais indicado para locais de alta altitude e climas mais frios.

 

O maracujá é uma fruta com aroma e acidez, e pode ser consumida natural ou na forma de sucos, doces, geléia, sorvete e licor. 

 

Ela é rica em vitamina A, C, Cálcio e Fósforo, além de possuir fitoquímicos e alcalóides harmânicos, que são substâncias relaxantes e podem induzir ao sono.

 

Case de produto

 

Sorbet orgânico maracujá La Naturelle: embora a questão da brasilidade do maracujá não seja marcada pela empresa, ela segue a linha de naturalidade comercializando produtos veganos sem lactose, glúten, gordura trans, corante ou aromas artificiais.

 

A brasilidade nos produtos alimentícios com maracujá não é muito explorada no mercado de alimentos, podendo ser uma oportunidade para entrar neste mercado.

 

Conjunto Néctar Maracujá EKOS: Saindo um pouco do mercado de alimentos, a marca Natura comercializa diversos produtos com bioativos da Amazônia e comunica muito bem sobre isso em sua embalagem. Deixando claro que é feito com produtos da nossa biodiversidade, auxiliando na sustentabilidade.

 



 

6. Jabuticaba 

 

Essa fruta é  bastante conhecida nas regiões Centro-Oeste e Sudeste. Ela pode ser consumida ao natural, mas também na forma de doces, geléias e vinhos.

 

É uma boa fonte de carboidratos, fibras e antioxidantes. Também rica em cálcio, fósforo e vitamina C e E.

 

Case de produto

 

Assim como o Maracujá, quase não se tem produtos alimentícios que explorem a questão da brasilidade da Jabuticaba, podendo ser também uma oportunidade de negócios!

 

Geleia de Jabuticaba Linea: a marca também não explora a questão da brasilidade do alimento, porém não deixa de ser uma ideia para quem se interessou pelo alimento. A geleia é sem açúcar e conta com pedaços da fruta, possuindo 66% menos calorias quando comparado às geleias com açúcar.

 

 

Águas Jabuticaba Desodorante Colônia Natura: outro exemplo fora do contexto de alimentos, a marca comunica que o produto é feito com ingredientes que fazem parte da biodiversidade brasileira.

 

E não param por aí… Existem diversos outros alimentos de origem brasileira que podem e devem ser explorados, como jatobá, carnaúba, cajarana… Uma infinidade de opções.

 

Inovando com alimentos que contém brasilidade você também está pensando na sustentabilidade

 

Não temos nada contra a chia, o cranberry… Mas antes de inovar com produtos importados, que tal pensar além do benefício nutricional que ele traz?

 

A chia, por exemplo, é produzida principalmente no México, Bolívia, Paraguai e Argentina, enquanto o cranberry é produzido principalmente nos Estados Unidos e Canadá.

 

Além do valor desses produtos serem mais caros pelos custos de transporte para a importação, também não podemos deixar de pensar na emissão de gases de efeito estufa que esses produtos liberam até chegar ao nosso país.

 

Quando inovamos com alimentos que contém brasilidade, além de estarmos contribuindo com a biodiversidade brasileira, estamos contribuindo com a sustentabilidade, reduzindo a questão da pegada de carbono. 

 

Por fim, também é um resgate e fortalecimento da nossa identidade cultural! Qual sua opinião sobre isso? Deixe nos comentários!

Opinião

Ler conteúdo completo
Indicados para você