770d70f7146d726c64f68bfcc8b711eb
[ editar artigo]

Food mood: alimentos que interferem no "humor" e cases de produtos com essa proposta

Food mood: alimentos que interferem no

 

Quem nunca comeu chocolate pra compensar um dia ruim? Ou passou na padaria após um dia estressante de trabalho? Esses são comportamentos comuns, feitos por todos os indivíduos, mas você já parou pra pensar por que é que eles ocorrem?

 

Embora a relação entre alimentos e o nosso estado de humor e saúde mental seja uma área de pesquisa relativamente nova, já existem estudos que demonstram o impacto positivo de determinados alimentos em nosso humor. Isso ocorre porque eles estimulam a produção e liberação de neurotransmissores, que são substâncias capazes levar impulsos nervosos ao cérebro, responsáveis pela sensação de bem-estar.

 

Mas então, consumir chocolate realmente ajuda a melhorar nosso humor? A resposta é sim! Substâncias presentes no cacau estimulam a produção dos neurotransmissores endorfina e dopamina, que ajudam a aumentar a disposição mental, auxiliando no relaxamento e aliviando o estresse.

 

Outro exemplo são os carboidratos como massas, cereais e pães, que são muito queridos pela população. O seu consumo, além de ser delicioso, também pode ajudar a melhorar o nosso humor. Isso porque esses carboidratos são precursores da serotonina, outro neurotransmissor capaz de auxiliar no bem-estar mental. Mas claro, tudo deve ser feito com moderação, pois seu consumo em excesso e em produtos açucarados pode causar o efeito contrário.

 

Entretanto, não apenas um nutriente isoladamente é capaz de alterar nosso humor, como todo o contexto à nossa volta. Somos seres sociais, e a comida sempre está presente nas relações, carregando um significado. Quem nunca teve lembranças da infância comendo a comida da avó? Ou não fica feliz quando alguém faz seu prato favorito? Isso porque a alimentação nos desperta memórias afetivas, lembranças e subjetividades com iguarias que têm o poder de nos transportar para uma viagem no tempo.

 

O filme Ratatouille ilustra bem o significado que a comida pode abranger. O prato principal, que dá nome nome ao filme, é preparado por Remy, um simpático ratinho, e avaliado por Anton Ego, um crítico de gastronomia muito exigente. Prová-lo faz Ego relembrar das refeições preparadas por sua mãe, em sua infância. Foi por conta dessa lembrança que o sabor do prato de Remy ganhou o paladar do crítico. Assim, comer também é se ligar a lembranças e momentos. 

 

E COMO AS MARCAS ESTÃO SE APROPRIANDO DESTE ASSUNTO?

O mercado de Food Mood, alimentos pensados e desenvolvidos para melhorar o humor, ainda é bem inicial, entretanto, o interesse nele é crescente. Pesquisa feita pela USA trend Study, em 2018, mostrou que, entre 2014 e 2018, a procura por alimentos para melhorar o humor aumentou 40%, e para uma performance mental superior cresceu 30%. 

 

Não surpreende que empresas de alimentos e bebidas e fornecedores de ingredientes, buscando novas áreas que possam criar oportunidades de inovação, continuem voltando sua atenção para o food mood, promovendo ganhos para o  humor, a saúde mental e o bem-estar.

 

INGREDIENTES MAIS UTILIZADOS

 

Para a confecção desses produtos, as marcas costumam usar nootrópicos, que são substâncias que têm o poder de melhorar as funções cognitivas e o desempenho mental em pessoas saudáveis, elas podem ajudar a aumentar a memória, o foco e a criatividade. Os principais nootrópicos naturais adicionados em produtos são:

  • Vitaminas do complexo B;

  • Ômega-3;

  • Cafeína;

  • Triptofano;

  • L-teanina;

  • Dopamina;

  • Óleo de CDB;

  • Bacopa;

  • Panax ginseng;

  • Gingko biloba;

 

Alguns ainda permitidos somente para suplementos.

Dos citados acima, os que possuem melhor comprovação científica são as vitaminas B6 e B12, cafeína, fenilalanina, presente no chocolate, e L-teanina, presente no Chá.

 

ALIMENTOS NATURAIS PARA O HUMOR

 

Como já foi dito acima, diversos alimentos podem ser usados para o bem-estar, por serem precursores de neurotransmissores. Os principais alimentos naturais e aliados  do bom humor são:

  • Abacate

  • Frutas silvestres

  • Algas

  • Nozes

  • Folhas verdes

  • Lentilhas

  • Bananas

  • Leite de vaca

  • Ovos

  • Queijo

  • Aveia

  • Amêndoa

  • Sardinha

  • Chá

  • Café

  • Ervas e especiarias

  • Alimentos fermentados

  • Sementes

  • Legumes

 

A escolha desses ingredientes pode ser interessante para a fórmula de um produto que ofereça tais benefícios. Entretanto, há desafios para que ele possa ser denominado melhorador de humor e bem-estar. A principal dificuldade  para as marcas está em encontrar ingredientes que sejam:

 

  1. Permitidos regulatoriamente;

  2. Em dose suficiente e na porção para proporcionar o benefício;

  3. Que cumpram as expectativas de sabor;

  4. Que seja possível “sentir o benefício”, pois o consumidor é imediatista;

  5. Que façam sentido com o propósito da marca - produto;

 

Veja a seguir algumas marcas e como elas se apropriam do assunto:

 

  • Ezaki Glico: a empresa de confeitaria do Japão produziu o Mental Balance Chocolate GABA, no qual é adicionado o ácido gama amino butírico (GABA), aumentando o estado de alerta mental e reduzindo o estresse. Naturalmente os chocolates já possuem 9 mg de GABA por 100g, entretanto, neste produto há 280 mg por 100g, ou seja, 25 vezes mais, promovendo o benefício com maior potencialidade.

 

  • TruBrain: a empresa nasceu de uma colaboração entre dois neurocientistas, juntamente com Chris Thompson, ex-executivo da Unilever. Efetuando diversos estudos, alegam que sua:  “fórmula aumenta o fluxo sanguíneo no cérebro, fornecendo mais oxigênio e glicose aos neurônios. Isso melhora a plasticidade ou a capacidade do cérebro de fazer novas conexões... Magnésio e colina... Naturalmente apoiam o metabolismo e a função do cérebro". Na fórmula vendida, há diversos ingredientes nootrópicos, cada qual desempenhando uma função para o cérebro, são eles: Citrocolina, Uradina, Centrofenoxina, Caratina e L-Teanina.

 

  • CBD Drink 420: lançada em 2019, a marca produz bebidas com 15 mg de CDB ou cannabidiol. A mensagem do produto afirma que a sua fórmula com CDB pode ajudar a “relaxar sem entorpecer”.

 

  • Wow Drinks: a bebida energética nootrópica possui L-carnitina, ajudando no desempenho mental e reduzindo a fadiga. O fundador, Oliver Dickinson, pontuou: “Eu estava apavorado antes do lançamento, porque todo mundo com quem conversamos nunca tinha ouvido falar de nootrópicos, mas esse foi realmente o nosso lançamento de maior sucesso até hoje". 


 

E NO BRASIL?

 

Essa tendência ainda precisa ser melhor explorada no Brasil. Apesar de não termos muitas marcas que se denominam food mood, existem alguns exemplos que podemos trazer aqui e que são ligados a momentos do dia:

Desinchá noite, com ervas que proporcionam um maior relaxamento.


 

O mesmo fez ninho, para hora de beber

 

B. eats também tem snacks para cada momento do dia: manhã, com ingredientes pensados para dar energia; tarde, para saciedade daquela fome que surge de repente, e noite, com fórmula pensada para acalmar. 

 

Um case interessante, que se diferencia dos momentos de consumo por horários, é o One more, uma bebida anti-ressaca que já te coloca em uma vibe de curtição e prevenção

 

Outros produtos que podem conferir benefícios ao humor e saúde mental. 

 

O queijo cottage, por exemplo, é frequentemente usado como um alimento que melhora o humor, pois é rico em triptofano, essencial para o desenvolvimento de serotonina, o “hormônio da felicidade”. 

 

Alimentos com benefícios intestinais, como os probióticos e prebióticos, também podem ser relacionados com o humor, visto que um intestino saudável desempenha um papel fundamental na redução do estresse e inflamação do corpo, promovendo bem-estar.

 

Com toda essa discussão, uma afirmação é clara: a alimentação é muito mais complexa e abrangente do que imaginamos. Comemos para nos nutrir, mas também para acalmar, relaxar, motivar, animar. Do mesmo modo, o que comemos diz muito sobre nós, nossas memórias, vivências, gostos e preferências… Então, será que somos o que comemos ou comemos o que somos? 


Assista agora ao nosso IGTV sobre o tema:
 

 

Ler matéria completa
Indicados para você