[ editar artigo]

Consumo de suplementos alimentares aumenta durante a pandemia

Consumo de suplementos alimentares aumenta durante a pandemia

Pesquisa realizada pela ABIAD, aponta que 59% dos lares brasileiros possuem, ao menos, uma pessoa consumindo suplementos alimentares

A pandemia trouxe à tona mudanças de hábito e com o isolamento social, algumas pessoas sentiram necessidade de praticar mais exercícios e incluir suplementos na rotina alimentar.

Segundo uma pesquisa de mercado recente realizada pela Associação Brasileira de Indústria de Alimentos para Fins Especiais (ABIAD), foi registrado um aumento de 10% do consumo desses produtos e, ainda de acordo com o levantamento, 59% dos lares brasileiros possuem ao menos uma pessoa consumindo suplementos alimentares, um destes foi o colágeno.

Como prevenção, a suplementação de colágeno pode ser iniciada a partir dos 25 anos. Hábitos como o tabagismo, consumo excessivo de álcool e exposição ao sol, influenciam diretamente na perda gradual da proteína.

O consumo de alimentos como, aveia, carne, ovos, cenoura, abacate, sementes de cascas dura, frutas cítricas e vermelhas entre outros, contribuem para a absorção eficaz do colágeno, por conterem vitamina C e flavonoides. "Esses componentes possuem ação antioxidante de maneira que combatem os radicais livres, um dos grandes causadores da diminuição dos níveis de colágeno no organismo", explica a nutricionista Débora Basso, da rede Acesso Saúde, Sistema Nacional de atendimento para a população que não possui plano de saúde.

Além disso, a especialista acrescenta que o colágeno hidrolisado é reconhecido como um nutracêutico seguro, cuja combinação de aminoácidos estimula a síntese de colágeno nas cartilagens e na matriz extracelular de outros tecidos.

 

Suplementos

Ler conteúdo completo
Indicados para você