[ editar artigo]

Open Delivery, a nova plataforma de integração de pedidos

Open Delivery, a nova plataforma de integração de pedidos

Durante a abertura da 4ª Semana da Alimentação Fora do Lar, a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) divulgou uma plataforma que facilitará a integração dos pedidos para entrega que chegam aos estabelecimentos via diversos sistemas, o Open Delivery.

O lançamento oficial está previsto para outubro, mas em breve os empresários podem acessar opendelivery.com.br e começar a integração do sistema de gestão. 

Com isso, haverá a padronização dos dados, que trará mais eficiência e permitirá a entrada de novos concorrentes. O sistema oferecerá uma melhor negociação dos restaurantes com marketplaces, players de logística, tecnologia e meios de pagamentos. A associação lidera o projeto Open Delivery com mais 12 empresas financiadoras, em um investimento total de R$ 3 milhões. 

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, valorizou a resiliência dos empresários do setor e apresentou o projeto Cidade Empreendedora, que combina formação do empreendedor e crédito orientado em 1.200 cidades pelo Brasil, fomentando especialmente a digitalização e as startups. 

O Governo do Estado de São Paulo antecipou que ainda esta semana lançará um pacote de fomento à economia. Na linha do turismo, a prefeitura da capital paulista reforçou o projeto Ruas SP, pelo qual 174 vias já estão com mesas nas áreas de calçadas, ao ar livre; e comunicou que está prestes a ser anunciado um pacote de fomento ao setor. 

A expectativa de retomada para o estado, segundo o presidente da Abrasel em São Paulo, Joaquim Saraiva, é que o segmento se normalize a partir do segundo semestre de 2022.

 

Saiba mais

O Open Delivery chegou para resolver o desafio de organizar e padronizar o fluxo de informações entre restaurantes, canais de venda - aplicativos e marketplaces - e sistemas de gestão.

Assim, as informações de cardápios e pedidos são uniformizadas e as solicitações de clientes recebidas em um único lugar de forma eficiente (pelo sistema de PDV, por exemplo), permitindo ao restaurante trabalhar com melhor gestão de pedidos e viabilizando trabalhar com mais parceiros.

O Open Delivery permitirá que o ecossistema de empresas que atuam com entrega de comida permita que outras empresas como, por exemplo, varejo, telefonia e meios de pagamento, se juntem a elas.

O padrão também reduz a ineficiência no ambiente de delivery, como perdas de pedidos ou demora na entrega, permitindo redução de custos. Com mais eficiência, todos ganham.

Por fim, os consumidores são os que mais ganham, com mais opções de restaurantes em mais canais de compra, recebendo sua comida com mais velocidade e qualidade.

Fonte: Mundo do marketing e Open Delivery.

Notícias

Ler conteúdo completo
Indicados para você