[ editar artigo]

As estratégias de Carrefour e Pão de Açúcar para elevar vendas de saudáveis

As estratégias de Carrefour e Pão de Açúcar para elevar vendas de saudáveis

Entre as estratégias para elevar as vendas de produtos saudáveis, o Carrefour adotou a dupla exposição, além do ponto natural, 92 lojas contam com o corredor de saudáveis, que agrupa esses itens num único espaço, sendo comercializados mais de 3.500 itens saudáveis.

Segundo Wellington Juliani, responsável pelo desenvolvimento das marcas Carrefour, quando os produtos eram expostos apenas no ponto natural, o consumidor precisava “peregrinar” por toda a loja para encontrar itens específicos, como orgânicos, sem glúten e lactose, veganos, entre outros. “Pensando nesse cliente e a partir do conceito de ‘one stop shop’, o Carrefour reuniu os industrializados saudáveis em uma área especial”, explica. A empresa também criou linhas próprias desse segmento, como a Sabor & Qualidade, Carrefour Bio e Carrefour Veggie. Os preços são até 30% menores do que os similares.

Na varejista
Foi constatado crescimento nos itens saudáveis após a implementação em 2018 do movimento Act for Food, cuja proposta é dar maior acesso a esses produtos e ganhar escala nessas categorias

  • As vendas triplicaram em produtos orgânicos
  • Dobraram nos demais itens saudáveis

Pão de Açúcar

Já a bandeira de supermercados do GPA  expõe os produtos saudáveis por categoria junto aos regulares e não faz diferenciação de sortimento por loja. “Ainda não existe um modelo consolidado, mas nosso objetivo é garantir que nenhum consumidor se sinta excluído dentro de nossas lojas”, conta Edson Santos, diretor comercial de mercearia da rede.

O Pão de Açúcar foi pioneiro no lançamento de uma marca própria saudável, a Taeq, que hoje tem cerca de 550 produtos entre orgânicos, veganos, integrais, sem açúcar, sem lactose, naturalmente saudáveis e minimamente processados. Além disso, Santos diz que a rede busca fornecedores que apresentem compromisso efetivo de levar qualidade de vida aos clientes. De forma geral, diz ele, não pode faltar no mix aveias, granola e açúcar demerara. “É um segmento que cresce todo ano acima de dois dígitos e teve um salto em 2020. A pandemia trouxe uma preocupação adicional para as pessoas em relação à saúde, que provavelmente consolidará essa tendência”, afirma, sem, no entanto, detalhar volumes de vendas ou faturamento.

Santos comenta que a rede não diferencia a margem de saudáveis dos tradicionais, mas que há um consenso no mercado de que, por terem menor escala, esses itens têm custos mais elevados.

Todas as marcas exclusivas do GPA, o que inclui também a Taeq, representaram 20,9% das vendas da companhia no 1º trimestre deste ano. Elas somam 5.200 SKUs no sortimento.

Fonte: SA Varejo.

 

Notícias

Ler conteúdo completo
Indicados para você