[ editar artigo]

10 principais tendências para 2021 mapeadas pela WGSN

10 principais tendências para 2021 mapeadas pela WGSN

A WGSN é uma empresa de pesquisa de mercado global, que atua com previsão de tendências, presente em mais de 15 países e que conta com 500 especialistas desde antropólogos, futuristas até experts em produção de alimentos espalhados pelo mundo, mapeando 24h por dia comportamentos do consumidor, expressões e movimentações diversas do mercado.

Segundo a WGSN, das 10 tendências do relatório geral da empresa, 3 estão diretamente ligadas ao consumo de alimentos e vão sacudir o mundo em 2021:

 

1. Ovos sem Galinha

 

Em 2021 a tendência é ter a popularização dos ovos veganos, se tornando o principal substituto vegano dos Ovos de Galinha. Além disso, já existem várias marcas ao redor do mundo inovando nesta categoria: 

Just Egg

A JUST, uma startup do Canadá, que atualmente  é líder de mercado na categoria ovos veganos. A marca vendeu 50 milhões em 2020 do produto JUST Egg, um ovo vegano que é feito de proteína de feijão-mungo e se parece com ovo mexido. 

 


 

N.ovo

 

O N. ovo é um produto à base de plantas, ou seja, um ovo vegetal, produzido a partir da proteína da ervilha, amido de ervilha e linhaça. Além disso, o N.ovo é fabricado pela Ovos Mantiqueira, o maior produtor de ovos e galinhas do Brasil.


 


 

2. Drinks moleculares

 

A movimentação da engenharia reversa, principalmente na categoria de bebidas, é uma tendência para 2021. Moléculas de plantas cuidadosamente compostas, espumas e o nitrogênio líquido são alguns dos ingredientes para criação de bebidas inovadoras, com destaque para os cafés, vinhos e Whisky.

 

As novas bebidas também conectaram a cobrança dos consumidores em relação à sustentabilidade no mercado de alimentos e bebidas, desde o processo produtivo, na utilização de menos recursos como água e terra até o processo de embalagem e distribuição do produto. 


 

3. Cannabis 

 

A última tendência no mercado de alimentos do relatório da WGSN é a evolução do composto Canabidiol para Cabinol. Ambos são derivados da Cannabis, entretanto, o Cabinol é um composto com maior potencial, trabalhando a necessidade de bem-estar do consumidor, como um superfoods e que já ganha mais recorrência nos Estados Unidos. 

 

O Canabinol entra no mercado de alimentos em óleos comestíveis e gummys, como um elemento que auxiliará o fortalecimento do sistema imunológico, auxiliando o sono e também terá um papel anti estresse. 

 

 

AGRADECEMOS à Liliah Angelini,  gerente e expert em futuro na WGSN.

Quer ouvir a conversa com ela na íntegra e saber quais outras tendências para 2021 que ela relacionou com o mercado de alimentos? 

Ouça o ultimo BHB Foodcast onde ela fala também da função de “futurista”, um pesquisador que estuda as mega tendências socioeconômicas e culturais.

 

Food Trends

Ler conteúdo completo
Indicados para você