Participe do universo BHB Food!

Faça sua conta e aproveite todos os recursos da nossa comunidade online. É rapidinho... ;)

Você não está logado, faça seu login.

Ainda não é cadastrado? Clique aqui

NOTÍCIAS

Fazenda Futuro investe na expansão americana

A Fazenda Futuro, foodtech brasileira especializada em alimentos à base de plantas, completou dois anos em maio de 2021. Em 24 meses de operação, o negócio já está presente em 24 países. Os números iguais são mais uma coincidência do que uma meta. Mas demonstram o que Marcos Leta, fundador da startup, descreve como a consequência de um trabalho bem-feito e o aproveitamento de uma categoria de produto com muito potencial de crescimento.

“O segmento plant-based ainda é muito novo, está em construção”, diz Leta, em entrevista a PEGN. Dados da agência Euromonitor mostram que o Brasil registrou nos últimos cinco anos um crescimento anual de 11,1% nas vendas de produtos que substituem a carne animal. No ano passado, foram US$ 82,8 milhões (R$ 418,7 milhões) de receita, uma alta de 69,6% em relação a 2019. Para 2025, a projeção é chegar a US$ 131,8 milhões (R$ 666,5 milhões).

O empreendedor destaca que a startup primou por estrear no mercado já em patamar de igualdade com concorrentes estrangeiros. “Iniciamos a categoria no Brasil da forma mais correta possível, trazendo alimentos plant-based de qualidade e com complexidade tecnológica de mercados como Estados Unidos e Europa, bem mais experientes no setor”, diz.

Agora, a prioridade é conquistar o mercado norte-americano, recém-desbravado pela Fazenda Futuro. A foodtech chegou aos Estados Unidos em março, e Leta se prepara para melhorar a operação no país. “Os resultados positivos destes dois anos nos permitiram antecipar o plano de ocupar o maior mercado plant-based do mundo”, afirma. Para fazer frente aos líderes do segmento, players consolidados como Beyond Meat e Impossible Foods, a startup está reforçando o time.

Entre os novos talentos está Alexandre Ruberti, que assume como CEO e sócio da foodtech nos Estados Unidos. Ex-presidente da Red Bull no país, o executivo será responsável por estruturar a operação local, que ganhará corpo nos meses de junho e julho deste ano. Baseado em Los Angeles, Ruberti cuidará da operação administrativa, da logística e de armazenagem dos produtos, além da busca por parcerias com varejistas locais.

A ideia é que a sede na Califórnia se torne um hub regional, atendendo toda a região dos Estados Unidos e do Canadá. Operações similares foram montadas em Londres, na Inglaterra, que opera como um hub europeu, e no Brasil, que atende toda a América do Sul. A produção, contudo, continuará ocorrendo somente em Volta Redonda (RJ). “E seguirá assim. Não pensamos em levar as fábricas para fora do país. A ideia é incentivar e intensificar a tecnologia local, com vegetais brasileiros”, afirma.

O plano de expansão para os Estados Unidos foi antecipado por dois motivos: um aporte recente de R$ 115 milhões, liderado pelo BTG Pactual e realizado em setembro do ano passado, e os bons resultados do último ano. Um reposicionamento da Fazenda Futuro durante a pandemia garantiu a manutenção das vendas. “Sabíamos que restaurantes passariam por restrições por um período incerto, então focamos nossos esforços no varejo”, diz Leta.

A aceleração no mercado europeu também rendeu. “Conseguimos antecipar a nossa entrada nessa região em um ano. Chegamos em outubro de 2020 e traçamos a expansão de 2021.” Hoje, a Fazenda Futuro já está nos principais varejistas da Inglaterra, da Itália e da Holanda. “A rodada Série B foi usada para estruturar a equipe de vendas e aumentar o número de colaboradores na Europa. Os investimentos ajudam a acelerar movimentos dentro da companhia.”

Para este ano, o público pode esperar mais dois novos produtos da foodtech. Sobre enfrentar novos – e maiores – concorrentes nesta nova fase, o empreendedor é assertivo: “As empresas de plant-based não são nossas concorrentes. Os frigoríficos, sim. Quanto mais plant-based, melhor”.

Fonte: Revista PEGN.

BHB TEAM

BHB TEAM

About Author

O BHB Food compartilha os temas mais atuais e relevantes sobre marketing, saúde e nutrição são apresentados por players renomados e engajados no mercado, disseminando conceitos e ideias inovadoras na construção de marcas saudáveis.

Deixe um comentário

Você pode gostar também

NOTÍCIAS

Tio João acaba de lançar um Arroz Polido Orgânico

Tio João, marca do Grupo Josapar, amplia seu portfólio de produtos orgânicos com o lançamento do “Arroz Tio João Polido
NOTÍCIAS

INTERNACIONAL: EUA e Reino Unido fecham acordo de equivalência para orgânicos

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos e do Reino Unido assinaram um novo acordo de equivalência, que permite que